terça-feira, 9 de setembro de 2014

de V para M*

Durante a tarde falamos ao telefone, gostei da tua voz e perguntei-te o nome. Passadas umas horas recebi uma mensagem tua a recuar ...
... Já estava eu na versão Selina, aquela que vai ao supermercado e faz o jantar para a família quando o telefone me traz uma vez mais novidades, desta vez positivas. 
Confesso que pelo caminho até ao hotel me fui preparando para me encontrar com um M* desinteressante, talvez descuidado fisicamente ou algo que me desagradasse. É raro acontecer e nesses casos recorro à diplomacia para gentilmente declinar. 
Chegada ao hotel tomo um duche e aguardo pelo telefonema como combinado... Desço o elevador e reparo em dois rapazes que conversam, um deles que até corresponde à descrição de vestimenta que fizeste da tua mas, mais do que isso, o seu charme fez-me desejar que fosse o "meu encontro ". 
Esperei sentada no sofá, tentando proteger a minha identidade de olhares e não chegavas 
"Maria Victória, se fosses uma gaja de sorte era mesmo aquele!"

Eras! 

Dirigiste-te até mim e com um sorriso simpático apresentaste-te! 
Duas palavras trocadas foram suficientes para mostrar a vontade de subir. No elevador fechado o espaço tornou-se pequeno e os corpos procuraram tocar-se. 
Foi agradável descobrir-te, sentir o teu corpo sem pressas. Mostrava-me a ti para que me desejasses e tocasses. Enquanto me beijavas peguei na tua mão para que marota te deixasse sentir o quanto me estavas a deixar húmida de desejo... 
Deixei que me provasses enquanto te pegava na cabeça e me deliciava com a tua boca e os meus lábios engrossavam de desejo, não me bastava sentir o teu pénis a palpitar na minha mão, queria senti-lo nos meus lábios, conhece-lo com a minha língua e senti-lo bem fundo na minha boca. Olhava-te nos olhos e sentia-te gostar. Passeei-me pelas tuas coxas, virilhas e tudo mais que complementava o teu falo.
Até que doida de vontade de te sentir um pouco mais
me sentei em cima de ti, tu dentro de mim, cada vez mais fundo... Percorremos as vontades até encontrar o ritmo que nos levou ao orgasmo. 
Deixaste-me sem ar... Prolongamos o momento sozinhos e distantes para rapidamente nos encontrarmos nos braços um do outro, num descanso que pedia mais mas o corpo não dava. 
Ficou a vontade de repetir, o desejo de experimentar mais. 

Um cigarro e uma conversa descontraída enquanto te fechavas em 3 botões. 
O antagonismo do teu acto de vestir em contraste com a minha vontade de te despir.
Um sorriso levado para casa amparado com uma SMS tua mesmo antes de desligar de vez o telemóvel onde dizias algo como "muito bom" , o sintetizar da vontade numa avaliação qualitativa mas que não necessitava de mais palavras para transcrever o que ficou. 

Um beijo e até um dia que me procures, Victória *

domingo, 31 de agosto de 2014

Ela

Todos os nossos encontros são surpreendentes e terminam com a vontade de começar.
Despertou em nós uma curiosidade, experimentar coisas novas na relação a dois e demos por nós a gostar... bastante. Porque me faz sentir bem, posso deixar as minhas fantasias fluírem...sem tabus.

"V, Amanhã estás livre?" segue o SMS assim que nos nossos dias surge uma oportunidade de novo encontro.

Porque te amo, quero partilhar contigo as minhas fantasias mais recônditas. 
Entramos os dois no quarto onde esperamos a Victória e a dois o deixamos, desarrumado (deixando a quem o vai arrumar marcas de nós, pois é um segredo só nosso). E quando o trabalho te leva para longe de mim, recebes uma SMS "vou ter um encontro com a Victória" só para te deixar a fantasiar e vou-te enviando fotografias erotizadas do encontro de nós as duas, momentos que partilho contigo apesar dos Km's de distancia.

A sensualidade.....o explorar o corpo feminino....o nosso lado mais sedutor. 
Os beijos são fogo, quentes, ardentes....o toque, de arrepiar
...e sinto-me desejada.


Ass.: Ela

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Video II ApartadoX

video

Special Session

"Ela entrou, de mini saia preta e blusa branca. Sexy como sempre, naquele jeito envergonhado mas sedutor. A bandolete no cabelo dava-lhe um ar juvenil.

Mal abri a porta fiquei na dúvida se a encaminhava para a mesa da sala de reuniões (para saborear a sua excitação) ou se a encaminhava para o escritório para 2 dedos...de conversa...


No role-play, estava a tentar concentrar-me e não centrar o meu olhar no teu decote e nesses seios voluptuosos que me deixam louco quando coloco o meu membro no meio deles...Ou quando os saboreio lentamente enquanto a Victória se senta em mim...Um sorriso apoderou-se de mim quando sacaste da máquina fotográfica e me sugeriste que fotografassemos o nosso date.


Hoje será uma "Special Session" disseste...
Levantas-te da cadeira e dirigiste-te a mim, desapertando-me as calças de imediato e saciando a tua fome...Enquanto sugavas fundo, tentava fotografar sem que as fotos ficassem desfocadas...
Comecei a acariciar-te e retirei-te a roupa interior enquanto te sentaste na mesa e te tocaste para mim...Olhavas para o meu membro sequiosa...
Continuei a percorrer o teu corpo com a minha boca torturando-te de prazer até que explodiste na minha boca...
Queria debruçar-te na mesa e penetrar-te de sopetão mas contive-me...Estavas um espectaculo digno de ser apreciado...E saboreado lentamente...


Mas tu querias mais e já!


Sentaste-te no meu membro e cavalgaste-me furiosamente para te saciares novamente...
Torturei-te uma vez mais, forçando-te a parar...Queria apreciar o teu traseiro... Pedi-te para me montares enquanto te fotografava a sentares-te em mim, de frente e de costas...
Pediste-me para te penetrar o traseiro...Oh divino pedido que acatei de imediato...A forma como vibraste quando sentiste o meu membro dentro dele continua a ser indescritivel...
Com tremores nas pernas mútuos (e depois de teres tido prazer na minha boca, com o meu membro e no traseiro), decidiste que era hora de retribuir, e soubeste levar-me até ao nirvana, acabando eu numa explosão imponente...

Viver e documentar em foto esta "Special Session" foi indescritível...

                                                                                                             Ass: Executivo"